Prefeitura Municipal de Cristália -MG

HISTÓRIA DA CIDADE

             Das primeiras expedições realizadas para o conhecimento das terras descobertas por Pedro Álvares Cabral, surge a lenda das pedras verdoengas, as esmeraldas tão procuradas pelo bandeirante Fernão Dias no nordeste mineiro. É nessa região que fica o atual município de Cristália, antigo distrito de Porteirinha, cujo território surgiu de desmembramentos da cidade de Grão Mogol. Sua emancipação é datada de 1962. A extração mineral, a que se ligam sua origens, ainda hoje, apesar de ser uma atividade dispersa, produz águas marinhas, turmalinas, berilos, ametistas e cristais. Cristália tem como atrativos naturais: a cachoeira do córrego Contendas, com águas transparentes, areia branca e um poço cuja água parece estar fervendo e, ainda, a gruta do Bugre, com pinturas rupestres.
            O povoamento de Cristália teve início com a busca de pedras preciosas que ainda hoje podem ser encontradas, mesmo que de forma dispersa, no seu território: cristais, águas marinhas, turmalinas, ametistas e berilos. Ao emancipar-se, em 1962, o município adotou o nome de Cristália devido às jazidas de cristais e as águas cristalinas do córrego que corta a região.
                    A procura por esmeraldas, as lendárias \\\"pedras verdoengas\\\" motivou incursões como as do bandeirante Fernão Dias àquele território. Muitos garimpeiros se fixaram às margens de um córrego. O arraial recebeu o nome de Extrema dos Arrudas, em homenagem a uma das principais famílias ali estabelecidas. Mais tarde, em virtude da religiosidade dos moradores, passou a ser conhecido como Nossa Senhora da Conceição de Extrema, em homenagem à padroeira.
© 2013 Prefeitura Municipal de Cristália MG - Todos os direitos reservados
Desenvolvido Por: Igor Ruas